sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Biodiversidade é activo estratégico do futuro

Quem o diz é Tiago Pitta e Cunha, especialista em assuntos dos oceanos e presidente do subcomité da Sustentabilidade, Energia e Economia do LIDE Portugal. O objetivo deste grupo de trabalho será o de trazer a debate as questões do mar, da energia e da sustentabilidade nacional, temas chave para a economia portuguesa, promovendo a economia verde, a exploração sustentável dos recursos, o melhor ordenamento do território, a reabilitação urbana, novos usos do mar, etc.

Fonte: VisãoVerde

Criar uma plataforma de ideias e pessoas em torno das temáticas da sustentabilidade, energia e economia do mar é o principal objectivo do mais recente subcomité criado pelo LIDE Portugal, Grupo de Líderes Empresariais.

Entre as questões que mais preocupam o especialista está a dependência energética do país, a ligação entre energia e mar, a protecção da biodiversidade - «uma mina de ouro», e a necessidade de atrair investidores estrangeiros para o mar. «A sustentabilidade tem de ser uma condicionante decisiva para o desenvolvimento de negócios da economia do secúlo XXI», resume ainda Tiago Pitta e Cunha.

Fonte: AmbienteOnline

1 comentário:

Pedro Sena disse...

Realmente é muito interessante, mas em Sintra a nossa CM anda a brincar aos ecologistas com dinheiro público.
Muito de vez enquanto acerta numa proposta, mas eles não fazem a mínima dos graves problemas ambientais a nível mundial, não entendem a interligação, e muitas outras coisas.